• Trilho Internacional dos Apalaches
    Gr38- Moradal-Pangeia

Um trajeto, muitas potencialidades diferentes.

Este percurso pedestre atravessa um território de grande valor geológico ao longo de uma montanha quartzítica que constitui a “espinha” da Serra do Moradal. Zonas de grande elevação rochosa permitem miradouros de cortar a respiração, com o Zêzere em pano de fundo. Durante todo o percurso o caminhante, ora emerge em verdadeiras paisagens panorâmicas, ora mergulha em bosques verdejantes ladeados por numerosos cursos de água. Para os mais aventureiros, o percurso conta ainda com uma “via ferrata” - um percurso preparado na parede rochosa – com 150m de extensão e trilhos de BTT.

Aceite a nossa sugestão e comece o seu passeio pela manhã no miradouro do Cabeço Mosqueiro, no Orvalho. Uma paisagem de cortar a respiração! Siga então o percurso e embrenhe-se nos passadiços e trilhos verdejantes que o(a) levarão à cascata da Fraga de Água D’Alta. Vá progredindo ao longo do dia, de surpresa em surpresa, no sentido do Estreito. Um final de dia perfeito inclui, sem dúvida, o pôr-do-sol no Estreito.

NOTA: a extensão do percurso pode representar uma grande exigência física. Em alternativa a fazer o percurso completo, a GR 38 pode fazer-se em 4 etapas. Se for esse o caso, opte por começar o trajeto no Estreito, em Sarnadas de São Simão, Vilar Barroco ou Orvalho.

GPS
40.02304
-7.79101

TEMPO: 8 horas

DISTÂNCIA: 23,59KMS

ORVALHO-VILAR BARROCO: 10,24KMS

VILAR BARROCO-ESTREITO: 12,6KMS

DIFICULDADE: MÉDIA/DIFÍCIL

Por perto